terça-feira, setembro 17, 2013

ETIQUETAS PARA BAGAGEM, CLUTCH TURQUESA, TORTA SALGADA, HORTINHA. HOJE O POST TÁ COMPRIDO...

Olá pessoal, eu poderia dividir este post em 4, programar as postagens para as próximas semanas e assim não ficaria muito tempo sem postar, mas quem diz que eu consigo? Quero mostrar logo o que andei fazendo. Sendo assim, vocês terão um longo post hoje e não sei quando terão o próximo. Espero que gostem das novidades. rsrs

As etiquetas em tecido iam viajar para a Europa com o Ricardo e o Ivan, 2 amigos que conheci na fila do visto no início deste ano. Só que eu não estava conseguindo encontrar o jeito certo de fazê-las. É que perdi a que fiz para mim no início do ano e não me lembrava como tinha feito com o visor de plástico (a parte mais difícil). Tentei em vão várias alternativas até encontrar este excelente tutorial no MAKE IT & LOVE IT. Mudei apenas algumas coisinhas e terminei as etiquetas ontem de manhã, só que já era tarde, eles embarcam amanhã e por causa da greve os correios não estão trabalhando com o Sedex 10, por isso as etiquetas ficarão para a próxima viagem. Por serem coloridas (e exclusivas) elas são ótimas para identificar as malas à distância, já que quando estão na esteira elas parecem todas tão iguais...



Hoje ainda é terça-feira, mas a semana já rendeu bastante, acabei de finalizar esta bolsa de mão que comecei a fazer ontem à noite. Gostei bastante e achei que foi fácil de fazer. O único e eterno problema é o zíper que eu não gosto de pregar, ah, e os pontos da minha máquina que voltou da revisão a menos de 1 mês  e continuam desregulados.

O tutorial é do blog ELM STREET LIFE.
O mais chato foi converter (e arredondar) as medidas para centímetros porque eu não tenho nenhuma régua em polegadas, aliás essa será minha próxima aquisição porque pouparia tempo.

Para facilitar a vida de quem também não tem régua em polegadas eu vou passar as medidas que usei:

Tecido principal
1 retângulo de   37 x 9 cm
2 retângulos de 25 x 15 cm
1 retângulo de   13 x 5 cm
2 retângulos de 28 x 13 cm

Tecido de forro
2 retângulos de 25 x 15 cm

Interface (manta para dar estrutura)
2 retângulos de 25 x 15 cm

1 zíper de 25 cm

Basta seguir o tuturial do blog e no caso de dúvidas sobre como pregar o zíper e fechar as costuras da bolsa eu sempre consulto o TWELVE 22. Ajuda demais! Aliás, sempre recorro a ele e se um dia tirarem do ar eu vou apanhar para lembrar.

A bolsinha eu comecei a fazer ontem à tardinha, recortei os tecidos, passei, alfinetei e parti para preparar o jantar. Na verdade eu precisava fazer uma torta de camarões. Há uns 10 dias eu encontrei uns camarões frescos e muito bem "apessoados" no supermercado e como o preço estava irresistível eu comprei quase 2 kg. Meu pai me ajudou a limpá-los. Não foi fácil, mas rendeu muita conversa e risadas, regadas a um pouco de cerveja porque ninguém é de ferro (só o camarão era ferro rsrs piadinha besta). Aí refoguei rapidamente e congelei porque queria fazer uma torta tipo empadão e precisava encontrar uma boa receita. Na semana passada minha amiga Ana postou a foto de uma torta que ela tinha feito e eu pensei: encontrei a receita da massa. Acertei, a receita é excelente, não fica engordurada como aquelas que levam gordura vegetal (eu não gosto), mas fica levemente crocante.

A receita:
200 g de manteiga (usei 150g porque era o que tinha em casa)
1 lata de creme de leite com soro
1 colher (de sopa) rasa de açúcar (é isso mesmo, a torta não ficará doce)
1 colher (de café) de sal
500 g de trigo
1 colher (de sopa) rasa de fermento em pó (químico- aquele para bolos)

Modo de fazer:
Pique a manteiga para que ela amoleça mais rapidamente e junte os ingredientes na sequência descrita na receita.
Misture devagar, sem sovar a massa e deixe descansar na geladeira por 10 minutos.
Divida a massa em 2 partes, uma menor para cobrir a torta e a maior para forrar a forma. Eu estiquei a massa com o rolo, sem apertar demais e forrei uma forma redonda (vcs se lembram da forma fulgor? a minha é o que restou dela - tem 28 x 4 cm). Use as sobras de massa para enfeitar a torta, as tirinhas ficam super crocantes. A Gigi adorou e comeu quase todas. rs

Pincele com um ovo batido e deixe assar até dourar.

Importante: O recheio deve ser usado frio, por isso faça com um pouco de antecedência, uma hora antes será suficiente desde que você o tire da panela e deixe esfriando em um prato grande e aberto. Eu coloco na janela da cozinha para torturar a vizinhança kkk brincadeira, é para esfriar mais rápido mesmo.

O meu recheio levou camarões refogados em alho, óleo e cebola, acrescentei 1 tomate picado, salsinha, cebolinha e ervilhas congeladas. Adicionei um pouco de água e fui polvilhando um pouco de farinha de trigo até o caldo engrossar formando um creme leve.

Na foto o recheio parece seco porque tirei o último pedaço da geladeira agora cedo para fotografar, mas quando a torta é aquecida ele fica úmido e brilhante. Uma delícia.

Ontem quando a torta saiu do forno, minhas filhas levaram para casa 1/4 cada uma, a outra metade comemos na hora e sobrou só este pedacinho.

Agora preciso ir novamente ao supermercado para ver se ainda tem daqueles camarões porque fiquei devendo um pedaço para meu pai que teve tanto trabalho me ajudando e ficou sem a recompensa. rsrs.
 E a hortinha está crescendo. Meu marido ganhou mais algumas mudas de alface, rúcula e almeirão. Eu comprei cebolinha e plantei a salsa. Também replantei alguns chás como hortelã, poejo e erva cidreira. Logo logo não terei mais espaço para caminhar no quintal rsrs.
 Quando fui comprar as cebolinhas encontrei esse vaso de morangos.
 As meninas adoraram.
Bjs a todos e uma ótima semana. Aqui chove graças a Deus!.

4 comentários:

  1. Um post recheado de belas realizações.

    ResponderExcluir
  2. Temos coisas em comum, gostar de jardinagem artesanato e fotografar muito...
    Lindo seu blog...

    ResponderExcluir
  3. as etiquetas são uma ótima ideia, embora eu nunca tenha precisado, até hj só viajei de carro e ônibus....QUE LINDA TUA BOLSA, também vi esse tutorial outro dia e fiquei com vontade de fazer!a torta e a hortinha é de dar água na boca.
    bjo grande

    ResponderExcluir
  4. Bom dia, Mamélia
    Pelo visto está a todo vapor...que bom.
    Achei a ideia da etiqueta super legal, verificarei melhor.A bolsinha? ficou linda e bem estilosa,
    também sofro com os malditos "ziperes", ooo coisinha chata pra trabalhar.
    Fizemos também uma mini...mini...mini hortinha, com tijolos vazados, por incrível que pareça já colhi: almeirão e alface, estamos esperando berinjelas.Isso me lembra uma frase: Plantando dá.
    Sem preço: a netinha comendo o morango fresquinho sem química. Linda.
    Aqui também choveu e graças a Deus o ar ficou mais respirável.
    Bem...vou parar que isso tá parecendo carta.
    bjão e um ótimo dia.
    Mari

    ResponderExcluir

Muito obrigada pelos comentários. Venham me visitar sempre!
Um abraço. Mamélia ;)


FEITO NO BRASIL